Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Just An Ordinary Day

 

 

O meu dia foi o mais normalzinho possível, por isso, não tenho nada de especial para falar. Não tenho tema. Quer dizer, até tenho. E muitos. Mas não me apetece aprofundar coisas profundas, desculpem a redundância.

 

Por isso não vos vou contar que:

 

1 – Fui escoltada por um pombo até ao café, logo de manhã… Estou a pensar fazer um almoçarada de pombos frangos para o pessoal para ver se desaparecem uns quantos…

 

2 – Decidi não me chatear mais com a minha turma de 4º ano. Se a tóina da prof. titular não age, nem reage, se ela acha que os seus meninos são o “máximo”, quando são delinquentes de primeira, se os castigos e o que o director diz cai em saco roto, e os papás não estão muito preocupados com o assunto… Porque me hei-de chatear eu?!?

Não aprendem? Azar! Para o ano há mais… Agora vai ser só trabalhos de grupo e coisas do género. Menos trabalho e menos chatice para mim… Tá-se bem! Ou em amaricano… Coooooooool!

 

3 – Deveria ser proibido transportar peixe nas camionetas. A camioneta que me trouxe para casa, estava impregnada de cheirete a peixe. Alguém foi à pesca para Algés ou Belém e entornou água onde tinha o peixe. Estivemos todos para entrar em processo de vomituração mas depois pusemos uma mola no nariz e conseguimos chegar sãos e salvos.

 

4 – Detesto gajos engatatões. Estava eu muito descansadinha na paragem da camioneta, esperando tranquilamente por ela, quando um gajo num bruta Mercedes, passa por mim, abranda, debruça-se e ri-se para mim. Eu, gaja sugadita e nada apreciadora destas coisas, fiquei cor ar de parva, parei de limpar os óculos escuro e olhei para trás… Verifiquei que só podia ser para mim… Não havia ali mais ninguém… Será que tinha a maquilhagem borratada e o gajo estava a gozar comigo? Tinha o risco nos olhos torto? Despenteada não estava, pois tenho o cabelo apanhado… Hummm!

 

5 – O meu fim-de-semana alargado começou hoje! Amanhã não tenho aulas. O horário é mesmo assim… vá… roam-se de inveja… Mas não muito. Convém guardar um bocadinho para outros dias!